domingo, 10 de outubro de 2010

Desconserto


A mente vai se despedaçando aos poucos, deixando alguns resquícios pelos lugares onde passamos, até se deteriorar completamente. E após esse armagedon do cérebro, como poderemos ter força pra resgatar aquilo que sobrou? O que sobrou? Nada sobrou. Não se tem conserto. Está tudo desconsertado.
Quando limita-se a mente, ela vai se perdendo. Isso acontece com quem não existe, mas acredita que existe. Vive-se tão cegamente que não se sabe o que é real e o que não é. Vejo as pessoas na rua que dizem existir. Talvez suas almas estejam mortas. Às vezes passo pelos lugares me perguntando se alguém desconfiaria do estrago que está a minha alma. Talvez esteja mais morta do que qualquer outra, mas já seria decadente além da conta tornar isso em uma competição.
O que uma alma precisa ter pra ser completa? Pra ser vivida? Completamente preenchida? Talvez, no fundo, isso não exista. Felicidade seja apenas uma ilusão comercial, uma utopia da mente insana do ser humano, que de tanto criar o impossível, achou que podia inventar um sentimento. A verdade é que não existe alguém completamente feliz com tudo em sua vida. Felicidade plena não existe. Só querem que ela exista, fazem de conta, atuam, escrevem. Mas ela não é real. O ser humano tem uma capacidade imensurável de se fazer de tolo, por qualquer coisa que o outro diga que acredite.

7 comentários:

Brenda Matos disse...

Me lembrou uma frase do Caio Fernando:
"Tão estranho carregar uma vida inteira no corpo, e ninguém suspeitar dos traumas, das quedas, dos medos, dos choros."

Amei o jeito que você escreve, chérie. :)

angeline disse...

Você escreve admiravelmente bem.

Radar disse...

"O ser humano tem uma capacidade imensurável de se fazer de tolo, por qualquer coisa que o outro diga que acredite." Pensei em MUITA gente quando li essa frase, Jessie. Bom, deixe-me ver.
Que ótimo que você criou um blog. Estava louca para saber como era seu modo de escrever, pois não dá pra saber tanta coisa em 140 caracteres. Seu novo refúgio é simplesmente perfeito, apesar de ainda ter apenas um texto. Tenho certeza de que quando houverem mais coisas escritas, ele se tornará a sua cara, e será um ótimo blog! Sempre que possível passarei aqui, chérie. Adieu.

Marina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marina disse...

Eu também me pergunto se a felicidade plena. E eu sempre acabo me convencendo que não. Mas eu acho que se existisse, não seria algo realmente bom. Quero dizer, acabaria sendo tedioso. Tudo certo sempre.

Você consegue transformar seus pensamentos em palavras de uma forma muito boa.

JessieRoses disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dandara disse...

felicidade existe.
a gente só não tem olho pra enxergar
nem mente pra fazer

Postar um comentário

 

Blog Template by YummyLolly.com - Photoshop Brushes Obsidian Dawn